Quando é meu período fértil?

> Blog

Quando é meu período fértil?

25 de abril de 2019

Não são raros os casos em que pacientes chegam à clínica dizendo que estão com dificuldades para engravidar, mas que ainda têm muitas dúvidas sobre o período fértil, momento mais propício para a concepção. Por isso, nossa ginecologista Marina Paes Barbosa desmistificou algumas questões sobre o assunto:

CICLO MENSTRUAL
Um ciclo menstrual considerado normal inicia quando a mulher tem os caracteres sexuais secundários desenvolvidos, como as mamas, pelos pubianos e axilares, podendo começar a partir dos 8 anos. Esse amadurecimento envolve glândulas cerebrais, hipófise, hipotálamo e ovários. “No começo o ciclo menstrual pode ser irregular, demorando de 2 a 4 anos até ficar regularizado. Depois disso, o ciclo tende a ser regular e dura em média 28 dias, mas ciclos entre 21 e 35 dias também são considerados normais. Um período menstrual considerado dura entre 2 e 8 dias”, explica a especialista.

PERÍODO FÉRTIL
Normalmente, o período fértil ocorre 14 dias antes da próxima menstruação. A paciente que tem um ciclo menstrual de 28 dias, por exemplo, coincide de seu período fértil estar na metade, ou seja, no 14º dia do ciclo menstrual. Caso a paciente tenha um ciclo de 30 dias, o período fértil será no dia 16º.

O período mais fértil, em que as mulheres mais engravidam, costuma ser um ou dois dias antes da ovulação, sendo que também é comum ocorrer a gestação um dia depois. Depois que a ovulação passa, as chances de gravidez caem exponencialmente.

Um erro muito comum dos aplicativos que acompanham o ciclo menstrual é que as janelas de período fértil costumam ser muito longas, inclusive após a ovulação, causando confusão nas pacientes.

ANTICONCEPCIONAL
Os anticoncepcionais hormonais são dois tipos: um que tem estrogênio e progesterona, que evita até o crescimento do folículo do óvulo e o que só tem progesterona, em que o óvulo cresce mas não há o amadurecimento final, não terá ovulação. Não importa qual o tipo, a atividade fim é não permitir a ovulação. Além disso, como estão controlando os hormônios, a oscilação hormonal fica menor, então a tendência é que a mulher tenha menos TPM, por exemplo.

IDADE
A mulher pode ter ciclos regulares até um ano e meio antes da menopausa. Entretanto, a partir dos 35 a qualidade e quantidade do óvulo são mais baixas, mesmo com a mulher ovulando normalmente e, por isso, as chances de um aborto precoce aumentam. A alteração no corpo se mantém até um ano e meio antes da menopausa, mas as chances de engravidar diminuem.

ATENÇÃO
Não existem posições sexuais que aumentam as chances de engravidar e também não é necessário que a mulher fique de repouso depois da relação sexual.

Se o casal usar lubrificante, é importante certificar que seja à base de água para não atrapalhar a motilidade dos espermatozoides.

Não existem dietas que aumentem a chance de engravidar, entretanto é fundamental que os pacientes tenham hábitos de vida saudáveis, como não fumar (o tabagismo altera os espermatozoides e óvulos), evitar consumo excessivo de álcool e praticar atividades físicas regularmente.

Por Larissa Sampaio
Conversa Coletivo de Comunicação Criativa

Mais Notícias

Como a reprodução assistida pode ajudar pessoas com HIV?

Fertilização in vitro gera novas vidas há mais de 40 anos

Reserva ovariana: qual sua importância e como medi-la?

Dia Mundial do Diabetes: esta doença pode afetar a fertilidade?

Novembro Azul: câncer de próstata não precisa ser o fim do sonho de ser pai

Nova pesquisa apresentada em congresso americano aponta riscos no uso de antidepressivos prévio ou durante a gravidez

Entenda a importância da ultrassonografia no 1º trimestre de gravidez

Outubro Rosa: oncofertilidade oferece a mulheres com câncer de mama a possibilidade de ter filhos

Entenda como a síndrome do ovário policístico pode afetar o sonho da maternidade

Congelamento de espermatozoides é solução eficiente para preservação da fertilidade masculina