Genesis Brasília apoia realização da EndoMarcha para alertar mulheres sobre a endometriose

> Blog

Genesis Brasília apoia realização da EndoMarcha para alertar mulheres sobre a endometriose

12 de março de 2018

A Genesis Brasília vai apoiar a realização da XX edição da EndoMarcha, Marcha Mundial pela Conscientização da Endometriose. O evento acontecerá no dia 24 de março de 2018, no Parque Bosque do Sudoeste, em Brasília, para chamar atenção da sociedade civil e governos e conscientizar a população sobre a endometriose.

“No primeiro momento, haverá uma caminhada pelo parque e, depois, algumas outras atrações voltadas para a alimentação e saúde”, afirma Hitomi Nakagawa, ginecologista creditada em Reprodução Assistida e diretora da Genesis Brasília. A concentração está marcada para 9h e a caminhada para 10h.

Além da conscientização tanto da sociedade civil quanto dos médicos, outro grande objetivo da EndoMarcha é pedir à classe política o reconhecimento da endometriose como doença social para que existam políticas públicas voltadas às portadoras usuárias do SUS, assim como tratamento digno e eficaz para melhorar a saúde e qualidade de vida das mulheres com acesso a convênios de saúde .

ENDOMETRIOSE – A endometriose já foi diagnosticada aproximadamente 7 milhões de pacientes no Brasil e em nível mundial esse número chega a 176 milhões, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A doença consiste no implante do endométrio, tecido responsável pela menstruação, fora da cavidade uterina. Os principais sintomas da doença são “cólica menstrual, dor durante a relação sexual, sangramento irregular ou aumentado, dor constante na pelve, alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação e até a infertilidade”, comenta a especialista.

A endometriose pode afetar a fertilidade feminina por meio da distorção da anatomia da pelve, formação de aderências firmes entre os órgãos, mas também por fatores imunológicos.

“Quando o médico ginecologista faz o diagnóstico que a causa da infertilidade da mulher é a endometriose, em muitos casos indica-se o tratamento de reprodução assistida. Dentre eles, a fertilização in vitro (FIV) é o tratamento que apresenta maior taxa de sucesso, ou seja, com maior chance de que a mulher consiga gerar seu filho”, finaliza Hitomi Nakagawa.

A GENESIS – Com 25 anos de atuação, a Genesis – Centro de Assistência em Reprodução Humana conta com profissionais especializados, formados nos principais centros acadêmicos do mundo para prestar serviços de excelência na área de reprodução humana assistida. Com ampla experiência, a equipe Genesis busca constantemente a qualidade em medicina reprodutiva agregando conhecimento em tecnologia e primando pela assistência ética, personalizada, com confidencialidade e foco no melhor resultado para cada caso.

 

Por Larissa Sampaio
Conversa Coletivo de Comunicação Criativa

Mais Notícias

Estudo aponta que mulheres que usam aplicativos para monitorar ciclo menstrual aumentam suas chances de engravidar em até 20%

Entenda como a alimentação pode influenciar na síndrome dos ovários policísticos

Genesis participa do primeiro estudo brasileiro multicêntrico sobre análise embrionária não invasiva

O que você come importa: saiba o que incluir no prato para aumentar as chances de uma gravidez saudável

Pesquisa aponta relação entre idade paterna avançada e maiores taxas de abortamento: entenda

Parte II: Como funcionam os tratamentos de reprodução assistida para a população LGBTQIA+?

Parte I: Como funcionam os tratamentos de reprodução assistida para a população LGBTQIA+?

Infertilidade: saiba mais sobre a condição que atinge cerca de 15% dos casais do mundo

Covid-19 e gravidez: o que se sabe até agora

Diagnóstico genético embrionário: o que é e como funciona?