Comum no verão, candidíase diminui chances de engravidar

> Blog

Comum no verão, candidíase diminui chances de engravidar

17 de janeiro de 2020

A candidíase é uma infecção causada pelo aumento excessivo da concentração do fungo Candida albicans, natural da flora vaginal e que contribui para manter o pH da região. Algumas situações podem desencadear um desequilíbrio dessa flora e, no verão, calcinha e calça apertadas, além do uso prolongado de roupa molhada, como bíquini, aumentam o risco de desenvolver a doença.

“Isso acontece porque o meio ideal para a proliferação do fungo é um ambiente quente, abafado e úmido. Justamente por isso é comum que ocorra durante o verão”, explica Marina Barbosa, ginecologista da Genesis.

Outros fatores também podem provocar a candidíase. O uso excessivo de antibióticos, por exemplo, enfraquece temporariamente o sistema de defesa do corpo e o torna mais propenso ao desequilíbrio do fungo da cândida. 

O diabetes e até mesmo a própria gestação podem facilitar o aparecimento da doença. “Nestes dois últimos casos, há um aumento na concentração de glicogênio vaginal, o que deixa o pH da vagina mais ácido, propiciando a proliferação do fungo”, explica a Dra. Marina.

Infertilidade – A relação da candidíase com infertilidade é baixa, mas nem por isso a infecção deve ser ignorada. Como explica a Dra. Marina, a doença provoca uma alteração do pH da vagina, o que pode tornar a região menos receptiva para os espermatozoides. Além disso, durante o tratamento contra a enfermidade, os gametas masculinos podem ter mais dificuldade de movimentação para chegar ao óvulo.

Sintomas e tratamento – As pacientes podem apresentar corrimento esbranquiçado, coceira na vulva, ardência para urinar ou durante a relação sexual. Sempre procure um ginecologista para avaliar a situação e indicar o tratamento adequado, feito com medicação vaginal ou comprimido.

“O mais importante é manter alguns hábitos saudáveis: preferir calcinhas de algodão; estender a calcinha no varal e, se possível, passar o fundo dela com ferro; evitar uso frequente de calças apertadas e uso prolongado de biquíni molhado; e dormir sem calcinha quando possível”, finaliza Marina.

Por Gabriela Brito Conversa | Estratégias de Comunicação Integrada

Mais Notícias

Saiba como infecções sexualmente transmissíveis interferem na fertilidade

Resultado da seleção do Programa de Estágio Avançado 2020

Quais são os indicadores de sucesso de uma fertilização in vitro?

Menopausa prematura: e se eu ainda quiser ter filhos?

Comum no verão, candidíase diminui chances de engravidar

Participe do Programa de Estágio Avançado da Genesis em 2020! Inscrições de 2 a 31 de janeiro

Cinco conselhos para preservar sua fertilidade em 2020

Congelamento de óvulos: o que você precisa saber

Entenda os parâmetros legais para o congelamento de gametas e embriões

Como a reprodução assistida pode ajudar pessoas com HIV?