Cinco conselhos para preservar sua fertilidade em 2020

> Blog

Cinco conselhos para preservar sua fertilidade em 2020

27 de dezembro de 2019

E se, em 2020, você colocasse como meta cuidar da sua saúde reprodutiva? Quanto mais saudável você estiver, maiores as chances de preservar sua fertilidade e, assim, realizar o sonho de ter um bebê no seu melhor momento.

Reunimos cinco conselhos valiosos de profissionais da Genesis que podem ajudar você a ser mais saudável no ano que vem:

1. Faça exames regularmente

A ginecologista Marcella Melo afirma que a melhor forma de preservar a fertilidade é realizar consultas ginecológicas anuais. “Assim é possível prevenir, identificar infecções sexualmente transmissíveis ou não e receber o tratamento adequado”, explica.

 2. Mantenha uma alimentação e um estilo de vida saudáveis

Frutas, verduras, legumes, fibras e muita água devem estar presentes no seu dia a dia para fortalecer sua saúde reprodutiva. “Tudo isso contribui para o bem-estar da mulher”, adiciona Marcella.

Já o urologista da Genesis Joseph Monteiro complementa que atividades físicas e hábitos de vida saudáveis são fundamentais para preservar a fertilidade masculina. “Procure fazer exercício físico regularmente e manter o peso, evite fumar e beber em excesso ou usar anabolizantes e drogas recreativas. Fazendo isso, você estará colaborando para a manutenção da sua qualidade de vida e da sua fertilidade ao mesmo tempo”, explica.  

3. Faça a contagem de folículos antrais

Uma maneira de avaliar o potencial de resposta da mulher a eventuais estímulos ovarianos e com isso, indiretamente, a sua reserva de óvulos. Consiste na realização de um ultrassom na primeira semana do ciclo para avaliar a contagem de folículos antrais. Essa análise avalia o “estoque” de gametas da mulher. “Isso oferece uma perspectiva do potencial reprodutivo e permite avaliar a necessidade de antecipar o planejamento de congelamento de óvulos ou a gestação”, explica o sócio e ginecologista da Genesis, Dr. Adelino Amaral.

4. Fique atenta à idade

A criopreservação de óvulos vem ao encontro do anseio da mulher moderna em postergar a maternidade para um momento mais favorável da sua vida. A embriologista chefe do Laboratório de Reprodução Humana da Genesis, Íris Cabral, atenta para a idade e sua relação com a qualidade dos gametas.

“É muito importante que esses óvulos congelados tenham ótima qualidade para que o laboratório de reprodução assistida possa fazer um bom trabalho. Sabemos que a idade influencia muito na qualidade de gametas, então é fortemente recomendado que as pacientes congelem seus óvulos antes dos 35 anos de idade para que tenhamos mais chances de obter excelentes resultados”, alerta.

5. Não postergue seu sonho!

Planeje-se para ter um bebê. O ginecologista Nicolas Cayres encoraja quem tem esse sonho a não ter receio de procurar ajuda: “Vejo muita gente com dificuldade de procurar um serviço de medicina reprodutiva, e muitas vezes acaba ficando tarde quando a pessoa ou o casal acaba tomando essa decisão. Então o meu recado vai para você, mulher que quer ser mãe solo, casal homoafetivo, homem trans, mulher trans: na Genesis, nós podemos  lhe ajudar num contexto personalizado para você. Não tenham vergonha de procurar um serviço de medicina reprodutiva”,  incentiva.

 

Por Gabriela Brito Conversa | Estratégias de Comunicação Integrada

Mais Notícias

Comum no verão, candidíase diminui chances de engravidar

Participe do Programa de Estágio Avançado da Genesis em 2020! Inscrições de 2 a 31 de janeiro

Cinco conselhos para preservar sua fertilidade em 2020

Congelamento de óvulos: o que você precisa saber

Entenda os parâmetros legais para o congelamento de gametas e embriões

Como a reprodução assistida pode ajudar pessoas com HIV?

Fertilização in vitro gera novas vidas há mais de 40 anos

Reserva ovariana: qual sua importância e como medi-la?

Dia Mundial do Diabetes: esta doença pode afetar a fertilidade?

Novembro Azul: câncer de próstata não precisa ser o fim do sonho de ser pai